Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Reflexos

 

P4100023.jpg

IMG_0019 (1).jpg

 

Duas fotos separadas por quase oito anos. Ambas tiradas em Setúbal. A de cima foi tirada com a minha primeira máquina, poucas semanas depois de a ter recebido. Parece que vários anos, algumas máquinas, e muitas fotos depois, há coisas que continuam a captar o meu olhar da mesma maneira...

 

 

Podem seguir as minhas fotos no Instagram, no Facebook ou subscrever os post por email, no fundo da página.

Herdade da Mourisca

IMG_0541-Pano.jpg

 

Situada em plena Reserva Natural do Estuário do Sado, a Herdade da Mourisca encontra-se numa região de sapal e salinas, e serve de habitat a várias espécies de aves.

 

As várias comportas e canais, que em tempos controlaram o caudal do Sado, para permitir o cultivo de arroz, ainda podem ser observados, embora tenham sido abandonados há muito. Melhor sorte teve o Moinho de Maré da Mourisca, recuperado da ruína pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, e explorado pela Câmara Municipal de Setúbal como um pequeno núcleo museológico.

 

A Herdade é visitável todo o ano, embora o museu tenha horários diferentes, conforme a época do ano. 

 

Mas não foi, claramente, a preocupação com horários que me fez levantar às 6h, numa manhã de Domingo, para tirar estas fotos do nascer do Sol. Mesmo assim não fui o único que teve essa ideia. Quando cheguei já lá estavam vários fotógrafos, a ocupar os melhores lugares (gente maluca como se pode ver aqui).

 

Quanto às fotografias, a primeira deste post, é um panorama criado aparir de seis fotos horizontais, e a foto seguinte foi a única em que usei tripé (foi logo a primeira que tirei, depois o Sol começou a querer espreitar, e deixei essas experiências para outro dia).

 

IMG_0525.jpg

IMG_0559 (1).jpg

IMG_0563.jpg

IMG_0569.jpg

 

Aqui no blog já tinha mostrado algumas fotos da Mourisca, e do mini porto palafítico que lá existe, mas ainda ficaram algumas por mostrar. Mas ficarão para outro post.

Mourisca

Num dos meus últimos posts, falei sobre o minha visita ao moinho de maré da Mourisca, mais como pretexto para abordar o tema de distrações na composição, que para mostrar as fotos que tinha tirado.

 

Desta vez, deixo aqui uma galeria com algumas das minhas fotos preferidas desse dia. Como seria de esperar, dado o meu texto anterior, o resultado foi um conjunto de fotos em que, praticamente não aparece o moinho.

 

 

Na primeira foto fiz um bocadinho de batota. O barco vermelho aparece, do lado esquerdo, mas optei por lhe diminuir a saturação. No entanto, a minha versão favorita desta foto, até é capaz de ser a preto e branco, mas por uma questão de coerência com as restantes fotos da galeria, mantive aqui a versão a cores.

 

No dia seguinte, levantei-me de manhã bem cedo para tirar fotos ao nascer do Sol, e acho que essas resultaram melhor. Mas ficam para amanhã.

 

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.