Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Já fiz. Nunca fiz - O Desafio

 

Recebi o convite a semana passada. A Joana, do blog "Quiosque da Joana", desafiou-me a responder a um conjunto de perguntas sobre mim, começando sempre com "Nunca fiz..." ou "Já fiz...".

 

Já fiz o desafio Joana... e aqui estão as minhas respostas:

 

Eu nunca fiz um interail 
Nunca ponderei sequer a hipótese. Adoro viajar mas nunca foi o tipo de viagem que me entusiasmasse.

Eu já participei num concurso 
No 5º ano a professora de Português informou-nos que íamos todos participar no concurso de poesia, a nível distrital. Foi o primeiro poema que escrevi. Foi também o último, curiosamente. Mas ganhei o 3º prémio... Um conjunto de canetas Molin e um livro do Júlio Verne! Achei melhor sair quando estava por cima.

 

Quando comecei a fotografar, na faculdade, ainda participei em alguns concursos. Depois deixei-me dessa vida. Mais uma vez, uma pessoa deve retirar-se no seu auge...


Eu nunca conheci a pessoa que mais admiro. 

Não... Nunca conheci o Steven Spielberg...

Eu já caí na rua. 

Já caí de certeza... Não me lembro assim de nenhum esbardalhanço em particular.

[Nota: Ao ler esta resposta, a Joana fez questão de me lembrar o episódio em que dei um voo monuental, junto à Torre de Belém. Sempre atenta esta rapariga ]


Eu nunca desmaiei. 
Muito monótona a minha vida, no que toca a quedas...

Eu nunca estive em coma alcoólico. 
Nunca bebi ao ponto de não ter controlo sobre as minhas acções.

Eu nunca experimentei drogas. 
Nada. Nem sequer um cigarro, daqueles com tabaco!

Eu nunca me vinguei de alguém que me fez mal. 
Não sou vingativo. A não ser que seja para me vingar de uma partida. Nesse caso sim, sou altamente criativo!

Eu já tive um acidente.
No início deste ano. O meu carro não ficou em bom estado. Eu, felizmente, escapei ileso.

Eu já andei de avião. 
E hei de andar muito mais vezes, espero!

Eu já bebi demais... 
... ao ponto de não estar em condições de conduzir (mas poucas vezes). Mas nunca bebi ao ponto de não ter essa noção. Se não estou a 100% não conduzo. Nem que fique a dormir no carro, ou o vá buscar na manhã seguinte.

Eu já confundi uma pessoa com outra. 
O ano passado, quando comecei a trabalhar num novo cliente, encontrei um ex colega, do meu primeiro emprego.

Fui ter com ele - Olá Filipe! Há quanto tempo - estava igualzinho, apenas com mais seis anos em cima... Só que não.

- Eu chamo-me Pedro! - respondeu-me ele...

Ups...

Eu já me perdi num país/cidade estrangeira. 
Claro. Para mim faz parte de viajar e é uma das melhores maneiras de conhecer uma cidade. Perdermo-nos faz parte do processo de descoberta de um novo destino.


Eu nunca tive uma experiência paranormal. 
Nunca. Nem acredito em nada disso.


Eu nunca roubei. 

Eu já apaguei coisas do facebook. 
Só fotos de que entretanto deixei de gostar. Mas nem uso muito o facebook, nunca há muito para apagar.

Eu nunca traí alguém
Não. A única opção quando as coisas não estão bem, é falar abertamente do assunto.

Eu já deixei de falar com alguém que me magoou. 
Poucas vezes. Defendo sempre que os problemas se resolvem a conversar. Mas às vezes é inevitável. Por uma questão de tranquilidade mental.

Respondi com sinceridade a todas as perguntas? 
Sim.

Obrigado pelo convite, Joana!
A seguir vou convidar... a Cátia!


Eis as regras:
1º Responder a todas as perguntas apenas com "Eu já" ou "Eu nunca" .
2º Responder à última pergunta com "sim" ou "não".
3º Colocar a imagem oficial do desafio (obrigatório).
4º Referir quem vos passou o desafio.
5º Passar o desafio a pelo menos 4 pessoas. (Eu sou um blogger anti social. E por isso vou quebrar esta!)

Um desafio em 10 perguntas...

A Joana lançou-me um desafio, em que tenho de responder a 10 perguntas imaginadas pela Carol, do blog It's Carol.

 

Obrigado pelo desafio Joana, aqui estão as minhas respostas:

 

Oferecem-te uma viagem no tempo que não podes recusar. Viajas 10 anos para trás ou para a frente?

 

Viajar para a frente não! Uma pessoa já não vai para nova e aproveitar os próximos 10 anos é uma coisa que, parecendo que não, me vai dar algum jeito! 

 

Viajar 10 anos para trás também não faz muito sentido. 10 anos parece que foi ontem, e não tenho vontade nenhuma de voltar à universidade. 

 

MVI_9095-1.jpg

 

Como engenheiro informático que sou, reprogramava essa máquina do tempo. Assim podia viajar até quando me apetecesse.

 

Tinha muita curiosidade em ver como era Lisboa antes do terramoto. Além do interesse óbvio, de visitar uma época diferente da nossa, adorava ver o património de valor incalculável que se perdeu em 1755. Como o Hospital de Todos os Santos, admirado em toda a Europa pelo seu grande pórtico manuelino, ou a Ópera dos Oceanos, construída à semelhança da ópera de Milão, e que não chegou a receber nenhum espectáculo.

 

mw-680.jpg

Foto retirada daqui.

Vista geral do Hospital Real de Todos os Santos no início do  séc. XVIII.jpg

Foto retirada daqui.

 

 

Um filme que te arrependes de ter visto?

 

Alguns... Na minha fase mais cinéfila, em que até tive um blog de cinema, cheguei a ver mais de 100 filmes por ano. Tentava ser selectivo... mas vi muitos filmes maus...

 

Saí do cinema particularmente arrependido quando fui ver a Janela Secreta, com o Johnny Depp. Mais do que ser mau, é daqueles filmes que insultam a inteligência de quem o vê... e não há muitos pecados maiores que esse em cinema.

 

Prepara-te para fazer duas das escolhas mais difíceis deste mundo [ou talvez não]: um telemóvel com wi-fi mas sem carregador ou um telemóvel com carregador mas sem wi-fi?

 

Hummm.

 

Saio de casa sem carregador todos os dias. Tipicamente sobrevivo.

 

E quando não há wi-fi... É só ligar os dados móveis... 

 

Fotografar ou ser fotografada?

 

Alguém adivinha a resposta a esta pergunta?? 

 

 

 

IMG_5783-Edit (1).jpg

Pista: Quantas fotos de mim já viram (à parte desta)??  

 

 Se tivesses obrigatoriamente de apagar o blog amanhã, qual era o título do último post que irias escrever no blog?

 

Escolher o título de um post é sempre a última coisa que faço. Como eu demoro demasiado tempo a escrever os meus posts, o título iria provavelmente ficar a mei

 

Tens [ou já tiveste] alguma celebridade que consideres como o teu ídolo?

 

Claro. Steven Spielberg.

 

Não só por gostar de cinema e por ele ser, para mim, o maior realizador de sempre. Também porque muita da minha maneira de ver a arte, e até o mundo, foi um bocadinho influenciada pelos seus filmes, que fui vendo durante a infância.

 

Pela maneira como conta pequenas histórias em cada plano. Como cada imagem é composta e pensada para nos transportar para junto das suas personagens.

 

E pelos temas que são uma constante em todos os seus filmes. A importância de querermos ser melhores, de nos superarmos, e de encontrarmos o nosso lugar no mundo. A importância da família e claro... o fascínio pelos dinossauros! 

 

tlc_clifflook.png

 Indiana Jones e a Última Cruzada. Imagem daqui.

 

 

Uma saída com amigos: discoteca até de madrugada ou jantar e ficam todos em casa a conversar?

 

Fui a discotecas algumas vezes. Arrependia-me sempre. 

 

Porquê? É impossível ter um diálogo. Ou pode-se tentar, só que ninguém ouve!

 

Nunca compreendi o conceito de ir sair com amigos, para um ambiente em que não se pode conversar com eles.

 

Não é preciso ficar em casa, mas ir para uma boa esplanada, por exemplo, é tão melhor que qualquer discoteca...

 

IMG_0242.jpg

 

 

Qual foi a frase que alguém alguma vez te disse e que nunca esqueceste [não precisa de ser profunda, há frases que simplesmente nos ficam na cabeça]?

 

Mais do que de frases, lembro-me muitas vezes das atitudes das pessoas que têm sido importantes na minha vida, e que têm sido grandes exemplos para mim.

 

Quando estás no carro ouves rádio ou escolhes a música que queres ouvir?

 

Nunca ouço rádio, em sítio nenhum. Não tenho nada contra, só nunca fez parte dos meus hábitos.

 

Ouço música sobretudo em casa e no trabalho. A minha música. Música no carro só quando vou acompanhado, de resto costumo ouvir podcasts.

 

Se pudesses voltar atrás no tempo e dizer alguma coisa que ficou por dizer [porque só te lembraste depois, é o que acontece sempre], o que dirias?

 

Se há uma coisa que me caracteriza é que até falo demais... 

 

 

 

E pronto. Está feito do desafio. Como mandam as regras, tenho de passar a alguém... Adaptando ligeiramente algumas perguntas, vou passar a bola à Cátia, já que agora também somos amigos na vida real

 

1 - Oferecem-te uma viagem no tempo que não podes recusar. Que época escolhias?

2 - Um filme que te arrependes de ter visto?

3 - Fotografar ou ser fotografada?

4 - Se tivesses obrigatoriamente de apagar o blog amanhã, qual era o título do último post que irias escrever no blog?

5 - Tens [ou já tiveste] alguma celebridade que consideres como o teu idolo?

6 - Uma saída com amigos: discoteca até de madrugada ou jantar e ficam todos em casa a conversar?

7 - Qual foi a frase que alguém alguma vez te disse e que nunca esqueceste [não precisa de ser profunda, há frases que simplesmente nos ficam na cabeça]?

8 - Quando estás no carro ouves rádio ou escolhes a música que queres ouvir?

9 - Se pudesses voltar atrás no tempo e dizer alguma coisa que ficou por dizer [porque só te lembraste depois, é o que acontece sempre], o que dirias?

10 - Se pudesses conhecer mais alguém dos blogs, quem seria? (E não vale responder "A Joana Marques", porque ainda arranjavas maneira de lhe fazer nascer uma verruga!) 

 

 

Alimentação - Desafio

 

IMG_0914 (1).jpg

 

 

Quando a Joana me convidou para este desafio, o meu primeiro impulso foi dizer que não. Tive alguma dificuldade em me imaginar a falar dos meus hábitos alimentares, num blog que é essencialmente de fotografia. Mas depois lembrei-me das brincadeiras que fazia quando comecei a fotografar. Nessa altura, qualquer objecto que apanhasse a jeito corria o risco de fazer parte das minhas experiências fotográficas. E com isso em mente, achei que ia ser divertido inventar qualquer coisa para este desafio.

 

E disse que sim, ainda sem ter ainda ideia do que ia fazer.  Foi mais tarde no carro, a caminho de casa, que se fez luz ...

 

Eu sei que brincar com a comida é feio, ou pelo menos foi o que me ensinaram, mas por alguma razão, a primeira imagem que me veio à cabeça foi a de um boneco de Lego, vestido de operário, a descascar uma maçã... e a seguir um mecânico que substitui uma roda de um carro, por uma peça de sushi... é por estas e por outras que alguém, ao descobrir este blog, achou que eu tinha 15 anos... 

 

Antes de chegar a casa, fiz uma paragem no Jumbo, fui à secção de brinquedos, e no meio de naves, cidades e carros de corrida, encontrei um pequeno conjunto de três bonecos da Lego (e um carrinho que, coitado, nunca será montado). Tinha um operário, um mecânico, e uma fotógrafa. Às vezes, há coincidências que simplesmente fazem sentido! Ainda passei pela zona do sushi, e trouxe uma caixinha de nove peças. Oito comi logo, a outra guardei, para fazer de roda... mas não se preocupem. No final da sessão também cumpriu o seu desígnio .

 

Depois de almoço, num dia de muita chuva, que não convidava a sair, aproveitei para preparar a minha sessão fotográfica. Fiz um cenário improvisado com quatro folhas brancas A4, junto à janela, assaltei a dispensa e o frigorífico, tirei os meus três mini ajudantes da caixa e, com o telemóvel, tirei estas fotos. Foi um regresso às brincadeiras que fazia noutros tempos, e a verdade é que ainda me diverti imenso com este desafio! Obrigado pelo convite, Joana! 

 

IMG_0917.jpg

 

O que costumas comer no dia-a-dia?

 

Eu como de tudo. E tento ter uma alimentação variada. As únicas coisas que como sempre, mas sempre, todos os dias, são cereais com leite (oh não! Glúten e lactose!), e um quadrado de chocolate preto (ou dois, assim num dia de loucura ). 

 

IMG_0927.jpg

 

Preferes doce ou salgado?


Ambos, cada um tem o seu momento.

 

E quanto a dieta, preocupas-te com isso ou comes sem pensar no amanhã?

 

Tento ter uma dieta saudável. Desde que não me ponham muitos doces à frente, até consigo cumprir! Gosto muito de pão (como quase todos os dias, também), mas sempre integral ou com farinha de alfarroba, por exemplo.
 
Nunca ponho açúcar no café (para quê estragar uma coisa tão boa?). Uso pouco sal, e compenso com especiarias ou ervas aromáticas.

 

Nunca entro no corredor das bolachas quando vou às compras, e nunca cozinhei nada frito.

 

IMG_0934.jpg

 

Qual é a tua comida e sobremesa favorita?


Esta é muito difícil, eu não sou nada esquisito, gosto de quase tudo, e de vários tipos de cozinha... Adoro um bom peixe grelhado, qualquer prato com bacalhau. Gosto imenso de sushi (já tinham reparado, não já?) e de risotto (de comer e de fazer).

 

Dêm-me petiscos e qualquer coisa da cozinha tradicional portuguesa, e fico feliz! E ovos! Podem ser mexidos, cozidos, escalfados, estrelados (com pão para molhar, se faz favor).

 
Com sobremesas é a mesma coisa. Não sou nada esquisito. Torta de laranja, tarte de amêndoa, arroz doce e leite creme, talvez sejam as minhas preferidas.

 

E adoro bolo de anos, mas só o de uma pastelaria específica em Setúbal (a Bambú). Não há mais nenhum assim tão bom!

 

IMG_0939.jpg

 

 O que é que odeias comer, mas comes porque precisas?

 

Há pouca coisa que não goste. Quando era miúdo, o meu pediatra convenceu a minha mãe que iscas eram a oitava maravilha do mundo. Tantas iscas eu comi! Nunca gostei daquilo, e fiquei tão enjoado que nunca mais lhes toquei. Provavelmente, se provasse agora, até gostaria, mas o trauma é demasiado profundo. 

 

Quanto pesas? Querias pesar mais ou menos? Estás satisfeito com o teu peso? 

 

Tenho de confessar que não tenho balança em casa. Uns dirão que fui abençoado com uma elegância fora do comum... outros dirão que sou magricelas... gente que não sabe o que diz, obviamente! 

 

Ainda experimentei usar a balança da Yammi, a única à disposição, mas pelos vistos não sou tão magro assim... Sucumbiu ao meu peso e serão necessárias reparações. 

 

IMG_0946.jpg

 

Qual a fruta favorita?


Não como tanta fruta como devia, mas tento comer pelo menos uma peça por dia. Embora, também neste aspecto, eu não seja nada esquisito, a única que é quase garantido ter em casa são maçãs. A minha preferida, e aquela que compro sempre que está em época (como agora!) é a maçã bravo esmolfe. (Ou maçã bravo mofo, como eu dizia, até bem mais tarde do que gostaria de admitir).

 

IMG_0922 (1).jpg

 

Comes ou gostas de verduras e legumes?


Agora é que a porca torce o rabo (um porco não é um legume, bem sei)... eu até gosto... e tenho feito um esforço para comer cada vez mais, mas a verdade é que como bem menos do que devia.

 

Tipicamente tento que, pelo menos as refeições que faço durante a semana , tenham courgettes, brócolos, rúcula ou espinafres (os legumes que compro mais frequentemente). Nem sempre consigo, e tenho de melhorar.

 

Ah! Costumo comer sopa! Sopa tem legumes... Sou mesmo saudável, afinal!  

 

IMG_0930.jpg

 

Quantas refeições fazes diariamente?


Tipicamente, só uma. Começa com o pequeno almoço e prolonga-se ao longo do dia . Mesmo no trabalho tenho sempre comida. Fruta, frutos secos (cajus!), sandes, sumos, iogurtes... Essencialmente tenho dois estados, com fome, ou a comer.

 

IMG_0942.jpg

 

O que gostarias de comer, mas o teu consciente não permite?

 

O meu consciente porta-se mesmo bem, geralmente. O problema é que o subconsciente o está sempre a tentar sabotar, introduzindo imagens de pastéis de nata e bolas de berlim, de cada vez que entro num café...


Mas como de tudo. Embora tenha de usar toda a minha força de vontade, para não comer doces muitas vezes (o quadradinho de chocolate preto não conta! Até dizem que faz bem!).

 

IMG_0947.jpg

 

Aviso importante: Na realidade, não foram magoadas balanças de Yammi, no decorrer desta sessão fotográfica.

 

Por fim, faz parte destes desafios nomear as pessoas que lhe darão sequência, e para tal escolhi a Cátia, do Em Busca da Felicidade, o blog 365 dias e o P.A. do A minha Namorada Apanhou o Bouquet. Não se preocupem que é só responder às perguntas. Não precisam de ir comprar Legos!

 

 

Podem seguir as minhas fotos no Instagram, no Facebook ou subscrever os post por email, no fundo da página.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.