Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

João Freitas Farinha - Fotografia

João Freitas Farinha - Fotografia

Arrábida

IMG_0044-1 (1).jpg

 

Este último fim de semana, aproveitei estar na "minha" Setúbal para dar uma volta pela serra da Arrábida. Há anos que não ia a um dos meus sítios preferidos, este miradouro, meio escondido pela vegetação, de onde se tem uma vista fantástica, desde a cidade e Tróia, até ao Portinho da Arrábida. 

 

Demorei-me por lá. É fácil demorarmo-nos em sítios assim. Até tinha levado a máquina fotográfica, mas nem saiu do carro.

 

A foto acima, tirei com o telemóvel, antes de voltar à civilização, só para registar o momento... Por isso deixo aqui três outras fotografias, tiradas já há alguns anos.

 

IMG_9733.jpg

IMG_9725-Pano-Edit (1).jpg

 

Se não contarem a mais ninguém, eu digo onde fica.

 

É aqui.

A Carrasqueira a Preto e Branco

IMG_2146 (1).jpg

 

Já tinha aqui colocado algumas fotos da minha visita à Carrasqueira, neste verão, bem como do cão que lá me recebeu.

 

Frequentemente gosto de voltar a algumas fotos mais antigas, só para experimentar outro tipo de edição, ou redescobrir alguma que me tenha passado despercebida. Neste caso, dei por mim a passar para preto e branco algumas delas, e gostei do resultado. Uma ou outra, das de hoje, é repetida, mas a maior parte ainda não tinha publicado aqui.

 

IMG_2078.jpg

IMG_2093.jpg

IMG_2140.jpg

IMG_2158.jpg

IMG_2178 (1).jpg

IMG_2191.jpg

IMG_2201 (1).jpg

IMG_2205 (1).jpg

IMG_2220.jpg

IMG_2243.jpg

IMG_2247.jpg

 

 

 

O mundo todo numa cidade

0 (3).jpg

 

Visitar Nova Iorque é diferente de visitar qualquer outra cidade do mundo. Claro que todas as cidades têm as suas particularidades, mas neste caso é mais que isso. Esta é uma cidade que todos já conhecemos.

 

Pelo menos numa versão idealizada, todos visitámos Nova Iorque, em inúmeros filmes e séries de televisão. Afinal, o Empire State Building é o último refúgio de King Kong, o enquadramento da ponte de Manhattan, de Era uma vez no Oeste deve ser a cena mais conhecida de um filme que quase ninguém viu, e ninguém conseguirá contar quantos casais se reconciliaram em Central Park. É a cidade onde Harry conheceu Sally, que invasores extra-terrestres destruiram dezenas de vezes, ou em que um miúdo que ficou Sozinho em Casa se perdeu.

 

E mesmo assim, Nova Iorque  consegue superar todas as expectativas. Conhecer uma cidade é andar pelas suas ruas, falar com quem lá vive, comer a sua comida. Sim, visitar todos aqueles sítios, que já vimos centenas de vezes, tem o seu lado mágico, quase surreal. Mas a cidade que nunca dorme tem uma energia muito própria, electrizante. A arquitectura, a oferta cultural e artística, a vida nas ruas, é tudo em grande. É tudo numa escala que nos faz sentir pequenos, mas ao mesmo tempo, que pertencemos ali.

 

Visitar Nova Iorque não é como visitar qualquer outra cidade do mundo. Porque Nova Iorque tem o mundo todo dentro de si.

 

IMG_5122-Edit-Edit.jpg

IMG_5182.jpg

IMG_5255.jpg

IMG_5802.jpg

IMG_5803.jpg

IMG_5773.jpg

 

IMG_5793.jpg

 

IMG_5126 (1).jpg

IMG_5421.jpg

IMG_5632.jpg

IMG_5633.jpg

IMG_5364.jpg

IMG_5396.jpg

IMG_5397.jpg

IMG_5811.jpg

IMG_5834.jpg

IMG_5310.jpg

IMG_5573.jpg

IMG_5608.jpg

IMG_5312.jpg

IMG_5888.jpg

IMG_5687.jpg

IMG_5689.jpg

IMG_5709.jpg

Untitled_Panorama1.jpg

IMG_5500.jpg

IMG_5562.jpg

IMG_5644.jpg

IMG_5653.jpg

IMG_5668.jpg

IMG_5720.jpg

Amanhecer em Cascais

IMG_4173.jpg

 

Quando decidi ir a Cascais, há umas semanas atrás, fiz uma pesquisa rápida, para ver sítios engraçados para fotografar. Já sabia que a Casa das Histórias Paula Rego seria um deles, mas o resto estava em aberto.

 

Provavelmente, qualquer pessoa que conheça Cascais será capaz de adivinhar o sítio que escolhi. Já eu, na minha recém revelada ignorância, tenho de admitir, com alguma vergonha, que não conhecia o Farol de Santa Marta, ou a Casa de Santa Maria, mesmo junto ao centro da vila.

 

Apostado em corrigir essa lacuna, ou talvez como uma espécie de penitência, acordei de madrugada para apanhar a primeira luz da manhã. Afinal se me ia redimir, tinha de fazer a coisa como um verdadeiro fotógrafo de paisagem. E mais uma vez a maré baixa ajudou, pelo que pude fotografar a partir da praia de Santa Marta (quando consegui descobrir o caminho para lá chegar ).

 

IMG_4183.jpg

IMG_4210.jpg

IMG_4232.jpg

IMG_4255.jpg

IMG_4258.jpg


O Farol de Santa Marta e a Casa de Santa Maria, estão abertos ao público, com espaços museológicos que podem ser visitados todos os dias (excepto à segunda-feira).

 

A árvore teimosa

IMG_0224-Edit.jpg

 

Um dos meus sítios preferidos em Setúbal, é esta pequena praia, junto ao Parque Urbano de Albarquel. Só com a maré baixa é revelado este segredo (um segredo muito mal guardado entre os Setubalenses), sendo possível percorrê-la a pé.

 

Um dos pormenores que dão ainda mais graça a esta paisagem, é a pequena árvore que, teimosa, decidiu desafiar a natureza, e ignorando as marés, escolheu crescer nesta varanda sobre o Sado. E quem a pode levar a mal? Afinal, esta é uma das mais belas vistas da região.

 

IMG_0060.jpg

IMG_0210 (1).jpg

IMG_0213 (1).jpg

IMG_0222.jpg

 

Pág. 1/3

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.