Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

João Freitas Farinha - Fotografia

João Freitas Farinha - Fotografia

O Zoo a Preto e Branco - Brincar com a edição

Tipicamente quando trabalho as minhas fotos, no Adobe Lightroom, o meu objectivo é fazer uma edição o mais invisível possível, de modo a suportar, e não trair, a realidade daquilo que estava à frente da objectiva. Mas de vez em quando, tem piada brincar um bocadinho, e fazer algumas experiências na edição.

 

Neste caso, partindo de algumas fotos que tirei o ano passado no Jardim Zoológico, utilizei as ferramentas de edição local, para dar um maior destaque aos elementos que me chamavam à atenção, aumentando a exposição e detalhe nessa zona, e escurecendo todo o resto da foto. O resultado são imagens bem mais processadas do que costumo fazer, mas que acabei por decidir partilhar.

 

IMG_1177-Edit.jpg

IMG_1222.jpg

IMG_1230.jpg

IMG_1243.jpg

IMG_1257 (1).jpg

IMG_1269.jpg

IMG_1281.jpg

IMG_1283.jpg

IMG_1296.jpg

 

Fotografar em Viagem

IMG_7299.jpg

 

Tirar fotos em viagem é complicado. Uma das grandes dificuldades é que ninguém tem paciência para aguentar os caprichos de um fotógrafo. Ninguém quer ficar meia hora parado, à espera que passe uma pessoa com um casaco de uma certa cor, naquele sítio exacto. Ou parar 10 vezes na mesma rua, porque a luz está espéctacular. E eu claro, também não quero ser um mau companheiro de viagem!

 

Além disso, quando viajamos para algum destino, raramente fomos os únicos que nos lembrámos de o fazer. E sobretudo em zonas urbanas, os melhores locais para fotografar são também os mais procurados pelos turistas.

 

Muitas vezes, acaba por me acontecer andar a escolher ângulos menos ortodoxos. O que pode ser muito giro e criativo, mas normalmente significa apenas que fico com uma versão menos interessante do que estou a tentar fotografar. Por exemplo, acabo muitas vezes a fotografar a fachada de um edifício, sem qualquer contexto de onde está inserido, só para não apanhar as dezenas de pessoas que passam junto a ele.

 

IMG_7696.jpg

IMG_7702.jpg

 

Mas são também essas experiências que acabam por levar às fotos mais conseguidas. Tentar fotografar pormenores, ou mudar a perspectiva para outra que não a dos nossos olhos, acaba, às vezes, por compensar.

 

IMG_2487.jpg

IMG_2854.jpg

IMG_7466.jpg

 

O lugar-comum que é a Bica

IMG_1935-Edit.jpg

 

A Rua da Bica de Duarte Belo é muito provavelmente a rua mais fotografada de Lisboa. 

 

Além de ser uma rua típica desta zona da zona histórica, é percorrida pelo Elevador da Bica, inaugurado em finais do século 19 e Monumento Nacional, o que torna esta perspectiva da primeira foto um verdadeiro postal da cidade.

 

Ou seja, estas fotos de originalidade têm zero. Mas os lugares-comuns têm muitas vezes uma boa razão para existir, são lugares que merecem uma foto.

 

IMG_1939.jpg

 

 

 

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.