Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O barco vermelho - ou distrações em fotografia

IMG_0423.jpg

 

Quando visitei pela primeira vez o Moinho de Maré da Mourisca, há duas semanas atrás, vi imediatamente o sítio de onde iria tirar a minha foto. Era perfeito. Um primeiro plano de vegetação, que não era demasiado chamativo, mas dava contexto à composição. Logo a seguir um barco afundado, a ajudar à narrativa de como este foi durante anos um local ao abandono. E ao fundo, o moinho de maré. Era perfeito. Ou quase.

 

A estragar a "minha cena" estava um barco vermelho, que se vê nas fotos acima. O barco só por si não é feio, aliás até tirei algumas fotos em que a sua forte cor vermelha e respectivos reflexos são pontos a favor. Mas para esta composição que tinha em mente, estraga a cena.

 

Ao observar uma foto, o olho humano é primeiro atraído para cores quentes e vivas (por oposição a cores mais suaves ou frias), e nesta composição, nada rivaliza com o barco vermelho em termos de massa visual. É uma distração demasiado grande.

 

Em termos do enquadramento não havia nada a fazer. Converter a foto para preto e branco é um compromisso, mas não é o ideal. Assim sendo, acabei por procurar outros enquadramentos, como o da foto à direita. Mas para a minha "foto perfeita", voltarei outro dia. Pode ser que o barco vermelho lá não esteja.

 

 

Centro Champalimaud II

IMG_1111 (1).jpg

Por mero acaso, este fim de semana, voltei a passar pela zona de Belém, e acabei por tirar novamente algumas fotos do Centro Champalimau.

 

Não gosto tanto desta série como da que mostrei aqui a semana passada, nem pouco mais ou menos, mas achei que tinha alguma piada comparar as duas "sessões fotográficas". Desta vez optei pelo preto e branco, sobretudo pela luz difusa que estava no Sábado de manhã.

 

IMG_1125 (1).jpg

IMG_1119 (1).jpg

IMG_1142 (1).jpg

 

 

Centro Champalimaud

IMG_0074.jpg

Quando visitei o centro de investigação da Fundação Champalimaud, já há alguns anos, tive a sorte de apanhar um dia com uma luz fantástica, que complementou na perfeição aquele que é para mim, um dos edifícios mais marcantes e bem conseguidos da cidade de Lisboa, na última década. 

 

As formas, reflexos e linhas elegantes fazem desta obra um ponto de passagem obrigatório de qualquer amante de fotografia de arquitectura. A foto acima é provavelmente a minha foto favorita, de todas as que já tirei. Sobretudo porque acho representa quase na perfeição o estilo de fotografia que mais gosto de fazer. Além desta foto aqui ficam também algumas das minhas preferidas que tirei nesse dia:

 

IMG_0075.jpg

IMG_0026-Edit.jpg

IMG_0017.jpg

 IMG_0080.jpg

 

Lightroom Boundary Warp

Na semana passada foi lançado o mais recente update do Lightroom CC. A principal novidade da versão 6.4 é preciosa, para quem já passou pela algo turtuosa experiência de cortar a imagem resultante da criação de um panorama.

 

Agora existe uma nova função, que corrige automaticamente o rebordo irregular da imagem criada (demonstrado no gif acima). Anteriormente, se não se tivesse a sorte de ficar com a parte importante da foto bem enquadrada, era necessário experimentar crops criativos ou, ainda pior, usar clonagem ou o content aware fill do Photoshop para corrigir estes problemas.

 

Agora não, o Lightroom faz a magia toda. Mais tempo sobra para fotografar!

 

Os pormenores deste update pode ser consultados no blog da Adobe

Pág. 2/2

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.