Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

João Freitas Farinha - Fotografia

João Freitas Farinha - Fotografia

Máquina do tempo #1 - O Início

2.jpg

Foi em 2007 que pela primeira vez, quase que por acidente, percebi que gostava de fotografia, para além de ver as que os outros tiravam. Numa viagem em que fiquei eu responsável pelo registo fotográfico, porque o meu pai quis dedicar-se às filmagens. 

 

Poucos meses depois, numas férias de verão no Algarve, pedi ao meu pai para levar a velhinha máquina HP de 5 MP. Achei que podia ter alguma piada mostrar essas minhas primeiras fotos, por isso juntei algumas delas nesta galeria.

 

 

 

Palácio de Monserrate

IMG_1313.jpg

 

Ontem publiquei aqui as fotos da minha visita ao parque de Monserrate, e deixei a promessa de mostrar hoje as fotografias que tirei no palácio.

 

Não consegui escolher entre as versões a cores ou a preto e branco, por isso publico as duas. Ambas resultam bem, realçando aspectos diferentes da arquitectura do palácio.

 

 

 

Monserrate

IMG_1294.jpg

 

Não deixa de ser algo irónico que por vezes se façam milhares de quilómetros, para conhecer outros paises, e depois se deixe por visitar verdadeiras maravilhas quase "ao fundo da rua". Neste caso particular, embora já tivesse ido a Sintra algumas vezes, a última vez tinha sido numa visita de estudo, quando andava no 11º ano. Há mais de 15 anos, portanto. O que é lamentável, porque Sintra é, sem dúvida, um dos lugares mais esmagadoramente belos do mundo.

 

Este fim de semana, decidido a corrigir essa lacuna, peguei no carro e lá fui eu. Escolhi Monserrate, talvez por motivos sentimentais, já que foi precisamente aí que estive da última vez. Se tivesse escolhido a Pena, a Regaleira ou Seteais o efeito teria sido o mesmo, mas a verdade é que ainda nem tinha estacionado o carro e já me tinha reapaixonado.

 

Chegado ao parque, comprei o bilhete (6,5€), e soube que tinha o parque só para mim, já que tinha sido o primeiro visitante do dia. Estranhamente parece que não há muita gente que goste de acordar cedo a um Sábado, vá-se lá perceber. Estava um dia de Sol sem núvens, que embora excelente para passear, não é o melhor para fotografar, pelos acentuados contrastes que cria. Assim sendo, vi-me algo limitado nas fotos que consegui tirar. O facto de o parque só abrir às 10 horas também não ajudou nesse aspecto, mas a solução foi andar mais pelas zonas com vegetação mais densa.

 

 

O palácio também merece uma visita, e tirei algumas fotos do seu interior, mas essas ficam para amanhã.

Saber esperar

IMG_2609.jpg

 1/400s | f10 | 55mm | ISO 200 - Modo de prioridade à velocidade

 

Por vezes, com o entusiasmo de "descobrir" um bom sítio para tirar uma foto, carrego logo no obturador, sem pensar primeiro o que quero realmente captar, ou como é a melhor maneira de mostrar o que quero transmitir.

 

Mas um bom sítio para fotografar, só por si, não faz uma boa fotografia. Além de ser preciso escolher a composição certa, muitas vezes é preciso esperar por mais qualquer coisa, algum acontecimento que dê contexto ou interesse à cena, por exemplo.

 

No caso desta fotografia, tirada em 2009 na minha faculdade (no departamento de Eng. Civil, que podem ver aqui, se tiverem curiosidade), achei o "cenário" interessante. Mas precisava de um "actor" para a cena. Então esperei. E esperei mais um pouco. E de vez enquando passava alguém, como se pode ver nas fotos da galeria abaixo, mas nunca era exactamente aquilo que eu queria.

 

 

Até que, quando já estava a desistir, apareceu alguém, a falar ao telemóvel, e a percorrer esta ponte entre edifícios de um lado para o outro. Foi a minha oportunidade. Das várias fotos que tirei, as fotos abaixo são as que representam melhor aquilo que eu queria, que têm a figura humana exactamente no sítio que esperava. Dentre estas fotos, acabei por escolher a que encabeça este artigo. Se calhar noutro dia poderia ter escolhido outra deste conjunto. 

 

Mas a lição, foi que esperar vale quase sempre a pena. Até porque esta foto acabou por ganhar um prémio, e estar presente em algumas exposições. Nada mau para 20 e poucos minutos de paciência.

 

 

 

Mourisca

Num dos meus últimos posts, falei sobre o minha visita ao moinho de maré da Mourisca, mais como pretexto para abordar o tema de distrações na composição, que para mostrar as fotos que tinha tirado.

 

Desta vez, deixo aqui uma galeria com algumas das minhas fotos preferidas desse dia. Como seria de esperar, dado o meu texto anterior, o resultado foi um conjunto de fotos em que, praticamente não aparece o moinho.

 

 

Na primeira foto fiz um bocadinho de batota. O barco vermelho aparece, do lado esquerdo, mas optei por lhe diminuir a saturação. No entanto, a minha versão favorita desta foto, até é capaz de ser a preto e branco, mas por uma questão de coerência com as restantes fotos da galeria, mantive aqui a versão a cores.

 

No dia seguinte, levantei-me de manhã bem cedo para tirar fotos ao nascer do Sol, e acho que essas resultaram melhor. Mas ficam para amanhã.

 

Arte Urbana em Almada

É cada vez mais comum, um pouco por todo o país, ver verdadeiras galerias de arte a céu aberto, muitas vezes a dar nova vida a edifícios abandonados.

 

Almada não é excepção, e já há algumas semanas que andava para ir fotografar estes dois excelentes exemplares, feitos no ambito da Mostra de Graffiti de Almada, na Cova da Piedade.

 

O graffiti da esquerda é do artista Smile, o da direito do Robô.

 

IMG_1179.jpg

IMG_1192.jpg

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.